Páginas

O tempo e a química do espaço

Só me interessa
os objetos-pessoas
que me permitiram
Ser-eu. Deus.
Os objetos, pessoas
objetos pessoais.
Só me interessa
o meu interesse
vazio em si
envolto nele mesmo.
Inter-esse,
Inter-isso.
Passa-tempo, passa.
Só, eu, nada.
Uma volta.
Já não estava mais lá,
era apenas o tempo.
Somos esse detalhe.
Isso, entre issos,
issos no tempo.
Iludidos com o tempo
com os objetos
que se tornam pessoas, objetivos
interessantes.
Passatempos.
Nunca estivemos lá,
somos alucinações do tempo.
O tempo que se ilude,
que inventa: eu, objetos, pessoas, interesses, Deus e a química do espaço.

Ramon Alcântara