Pré-história de amor

Quando começaram a passar por essas bandas
nós jogávamos xingamentos, palavras rudes, cusparadas.
Com o tempo, arremessávamos estrumes, entulhos,
lasca de pau, casco de cerveja, resto de comida, livros de Lacan.
Depois começamos a correr atrás, com pontapés,
socos, cacetes, colocávamos os cachorros pra escorraçar.
Eu mesmo era o que mais longe ia, até pra lá das fronteiras.
Passamos a morder, arrancávamos pedaços
e chutávamos as carcaças para bem longe daqui.

Aff... onde já se viu?
Falta de respeito com os nossos.
Fiquem com suas invencionices para vocês.

Ramon Alcântara