Tolstói I

Se quer me seguir, pare de andar.
Faça o que estou fazendo do lado de cá.
Sente aqui do outro lado do espelho
e estude sua pessoa até não suportar,
até chegar o momento em que
sua imagem comece a lhe estudar.

Inverta o tempo corrente
até ser só desejo,
ser gestos de amor,
ser demanda.
Seja criação!

Ramon Alcântara