Para quê e para quem falamos o que falamos?

Tenho sido o poeta,
a poesia,
a personagem,
o leitor,
o crítico,
o silêncio.

A solidão é
extrema-unção
ou é possível sentir-se
mais só para além dela?

Ramon Alcântara