O SPAM

eu morri uns tempos atrás
quando acordei do sonho
quando gritei até não ter voz
o que você está lendo
o que você está vendo
o que você está ouvindo
é o eco da sombra
o SPAM
a casca do som
o lixo espacial da minha alma
a insistência do vício
nuvens de conformismo
movimento involuntário de seu delírio
o escuro da luz
o redemoinho infinitesimal
já não escrevo há muito tempo
autorefresh

Ramon Alcântara